CUC – Contemporary Urban Culture

Interdisciplinary Platform for Urban Culture

Arquivo de Março, 2010

Cidades Ferais

A noção de cidade feral – de uma cidade em estado de regressão a nível físico, social e político que evoca a descrição da Europa urbana daqui a 40 anos em White Fungus de Bruce Sterling – surgiu primeiro num artigo de estratégia militar da autoria de Richard J. Norton.

Trata-se de um paper que mais parece ficção e que é hoje considerado uma peça académica de referência.

Para além das cidades descritas por Norton, também há megalópoles que já foram perfeitamente afluentes – ou ainda o são – e revelam por vezes estranhos sinais de regressão, como acontece nas agora chamadas penthouse slums, em Hong Kong.

Noutros casos, e como é agora veiculado por um documentário – e respectivo artigo no Guardian – da autoria de Julien Temple, essa feralidade dá origem a novas e interessantes formas de apropriação social da cidade, como está a acontecer naquela que já foi a capital da indústria automóvel americana: Detroit.

É neste sentido, afinal, que também a série Emergent Megalopolis é pensada.

Mesmo nos meios urbanos mais aparentemente desesperados a necessidade é novamente a mãe da invenção e algumas situações com que aí se depara mais parecem tubos de ensaio para realidades que podem atingir as nossas cidades… e mais depressa do que se imagina a partir do nosso relativo conforto material e económico.

Anúncios

Panoramas Urbanos

Se por acaso não estiverem de passagem por Los Angeles durante os próximos meses, vale a pena ver a apresentação web da exposição Urban Panoramas, actualmente no Getty Center.

Ver os pequenos vídeos auto-explanatórios dos artistas vale particularmente a pena pela pedagogia do olhar urbano que estes representam.

Mais que a contemplação de imagens descontextualizadas pelo seu mero impacto estético, vale a pena compreender o projecto de olhar que existe por detrás de cada obra.

No fundo, isto faz toda a diferença relativamente a exposições que desprezam educar ou comunicar com o seu público.